Cacique Doble é destaque no Programa de Integração Tributária

O Programa de Integração Tributária (PIT), que o município de Cacique Doble tem convênio com o Estado, está em pleno andamento e de acordo com as ações que o município vem realizando, o mesmo gera pontos que são transformados em recursos financeiros retornáveis para município.   

No primeiro semestre de 2018 foram somados 40 pontos, no referido programada, sendo que cada ponto equivale a R$ 926,17, que multiplicados geraram um retorno ao município de R$ 37.046,80.

Imbuído em melhorar a participação do município no Programa, o mesmo foi ampliado com a implantação do Grupo de Educação Fiscal Municipal – GEFIM – e, com a criação e nomeação da Turma Volante Municipal no município. A Turma Volante está plenamente atuante, verificando o trânsito de mercadorias em geral, com a verificação de Notas Fiscais de entradas e Notas Fiscais de saídas dos estabelecimentos comerciais.

Com o trabalho desencadeado, o município passou de 40 pontos no primeiro semestre de 2018 para 81 pontos no segundo semestre ainda em 2018, sendo esta, uma das maiores pontuações entre os municípios da região da AMUNOR e, que dará ao município um retorno aproximado de R$ 75.000,00

De acordo com levantamento, a perspectiva, já para o primeiro semestre de 2019 é chegar a 90 pontos, que dará, de retorno ao município um valor aproximado de R$ 83.500,00.

Falando sobre o Programa, o prefeito destacou a importância do Trabalho que vem sendo realizado pela equipe do GEFIM, os servidores Valdemar Vazem, Edivan Navarini, Ezequiel Biavatti e Roseli Belini que estão empenhados em aumentar a arrecadação do município dentro do Programa.

Segundo o prefeito os recursos que estão retornando para Cacique Doble, estão sendo aplicados em saúde e educação e que os mesmo também estão sendo investidos em outras áreas, pois os recursos são livres para o município. 

Classificação na região da AMUNOR:

1º - Lagoa Vermelha – 94 pontos

2º - Capão Bonito do Sul – 92 pontos

3º - Cacique Doble – 81 pontos

4º - Água Santa – 80 pontos

5º - São José do Ouro – 75 pontos

6º - Ibiraiaras e Vila Lângaro – 74 pontos

7º - Barracão, Caseiros e Tupanci do Sul – 69 pontos

8º - Machadinho – 63 pontos

9º - Maximiliano de Almeida – 60 pontos

10º - Ibiaçá – 55 pontos

11º - São João da Urtiga e Tapejara – 45 pontos

12º - Santa Cecília – 30 pontos

13º - Paim Filho – 20 pontos

14º - Sananduva e Santo Expedito do Sul – 15 pontos.

- x -

José nascimento

Assessor de Imprensa – PMCD

Reg.Jor.Prof.6321/32/RS