Segunda-Feira 23 de Abril de 2018
 
     
 
Prefeito Edivan Fortuna fala sobre contribuição sindical

A reforma trabalhista aprovada pelo Senado no ano passado, tornou opcional a contribuição sindical. Isso significa que os trabalhadores e as empresas não são mais obrigados a dar um dia de trabalho por ano para o sindicato que representa sua categoria.

Pelas novas regras o trabalhador paga o imposto sindical apenas se quiser. Se optar por fazer a contribuição, precisa informar ao empregador que autoriza expressamente a cobrança sobre sua folha de pagamento. A empresa só poderá fazer o desconto com a permissão do funcionário.

O mesmo vale para o empregador. A contribuição também passa a ser facultativa para as empresas.

Diante disso, o sindicato dos servidores municipais de Cacique Doble, realizou, na última semana, assembleia extraordinária, atendendo a recomendação da federação nacional para deliberarem como será feito o procedimento a partir de então. De acordo com o que ficou definido, no município, a cobrança sindical foi aprovada desde que o funcionário opte pelo desconto em folha, com autorização por escrito.

O prefeito Edivan Fortuna falando sobre o assunto disse que após tomar conhecimento do tema, decidiu que irá atender a nova redação da lei trabalhista que diz o trabalhador tem a liberdade de escolher o que quer.

No entanto o prefeito Edivan ressaltou que a regra no município será ao contrário, ou seja, somente será feito desconto, na folha de pagamento, daquele servidor que autorizar o desconto e, aquele que não quer o desconto não precisar ir o setor responsável, pois o mesmo não será descontado.

- x -

José Nascimento

Assessor de Imprensa

Reg.Jorn.Prof.6321/32/RS